O poder do ambiente no comportamento dos Times

A alguns anos venho atuando com Times focados na entrega de valor para os Clientes e pude observar que assim como projetos, um Time nunca é igual ao outro. Isto se dá em todos os aspectos, desde comportamento a performance. O que percebi é que alguns fatores ajudam a melhorar os resultados, é onde entram as práticas ágeis e uma gestão mais focada nas pessoas. Utilizando estes conceitos pude identificar um dos fatores que acredito ser determinante, que é o Ambiente.

Na minha visão o Ambiente é tudo que cerca o indivíduo no ponto observado. Vou dar um exemplo bem simples de uma experiência pessoal. Recentemente virei pai e automaticamente se me sinto uma pessoa diferente. Me sinto mais focado, dedicado, atencioso, amoroso, comprometido e muitas outras coisas boas. Este comportamento foi potencializado porque agora tenho um bebê que me demanda tudo isso. Ele trouxe uma rotina de hábitos diferentes, como ouvir músicas e assistir clipes infantis, que reduziu o tempo antes gasto em telejornais, filmes e séries que podem trazer de forma indireta, sensação de medo, ansiedade, preocupação e outros aspectos direcionados a fatos negativos. A redução desta exposição e o hábito de cuidar e amar alguém incondicionalmente já me fez mudar para melhor.
Trazendo este mesmo pensamento para os nossos Times, o que o nosso ambiente hoje traz como influência? Eles são tranquilos, motivadores, confiáveis e seguros? Promovemos uma cultura de ajuda mútua, colaborativa, parceria, confiança, crescimento, partilha, bem estar e amizade?
Conforme afirma Jurgen Appelo, criador do Management 3.0, o observador pode influenciar o observado. Uma ferramenta que ele nos traz é a “happiness door” (porta da felicidade), que é a junção de outras duas ferramentas (feedback wall + happiness index), que combinadas reforçam um bom comportamento, que seria informar o seu nível de felicidade com um treinamento, por exemplo. Vale a pena uma leitura sobre a ferramenta e o tema Management 3.0.

 

Resultado de imagem para happiness door

 

fonte: https://wuwei-inst.org/management-3-0-happiness-door/

 

Como líderes modernos devemos nos preocupar em trazer novas formas de emergir bons comportamentos nos nossos Times, pois vivemos e trabalhamos em organismos vivos e que por sua vez serão influenciados pelo que habita em seu meio. Precisamos assumir um compromisso de melhorar nossos ambientes e pode ser de forma progressiva, aos poucos mesmo, mas precisamos agir neste sentido. Assuma que bons resultados só podem ser gerados por bons Times, que requerem boas Pessoas. Trabalhe para potencializar o que há de bom nas pessoas.
Seja humano, seja ágil.

Evandro Galvão

Evandro Galvão

Formado em Redes de Computadores, MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV e Professional Scrum Master I (PSM I) e PSK I (Professional Scrum com Kanban) pela Scrum.org. Membro atuante na transformação das Organizações através da melhoria contínua de processos, das relações humanas e mudança no Mindset. Fã de filmes e séries. Entusiasta e apoiador do movimento Ágil e busco a quebra de fronteiras para a sua aplicação, sempre visando a cadeia de valor.

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *